Estão criadas as condições institucionais para arranque da construção do cabo de dados que ligará a europa à américa latina

Carlos Zorrinho

Carlos Zorrinho questionou, no decurso duma troca de pontos de vista ocorrida esta tarde no Parlamento Europeu, o comissário Carlos Moedas sobre a evolução do novo cabo de dados entre a América Latina e a Europa, lembrando que esta é uma "oportunidade que a UE tem que aproveitar em plenitude". Em resposta, o comissário lembrou que o projeto tem uma dimensão de investimento privado, mas da parte institucional está tudo preparado para que a sua concretização avance rapidamente. 

O acesso das comunidades científicas ou empresariais aos recursos disponibilizados para a ciência e para a inovação, designadamente a ligação entre o Horizonte 2020 e o Plano Juncker e o acesso aberto aos dados públicos, constituíram os temas das outras questões colocadas por Carlos Zorrinho a Carlos Moedas na Comissão da Indústria, Investigação e Energia (ITRE), do Parlamento Europeu. 

Sobre a ligação entre o Programa Horizonte 2020 e o Plano Juncker, para Carlos Zorrinho "existe nesta área potencial de sinergia e uma enorme cortina negra, sobretudo para os projetos mais pequenos", tendo por isso afirmado que "faz falta uma via rápida e simples de permitir tirar partido conjugado destes instrumentos", questionando depois Carlos Moedas sobre o que pensa fazer a este propósito. O comissário europeu anunciou a criação de um Portal Europeu para o Investimento, que visa facilitar esse acesso. 

Relativamente à problemática do acesso aberto aos dados públicos, em particular os dados científicos, considerou o eurodeputado socialista que os silos além de não garantirem segurança retiram "competitividade quer à ciência quer à indústria europeia". O comissário afirmou que a definição de um novo racional económico, de isenções excecionais aos direitos de autor e desenvolvimento de uma "nuvem" científica europeia são prioridades da sua ação em conjunto com a presidência holandesa do Conselho Europeu.  

Para o eurodeputado socialista é no domínio da ciência e na inovação que "temos hoje que encontrar respostas a questões chave para os desafios comuns e basear em larga medida a recuperação da confiança na economia europeia", tendo a propósito referido o exemplo da fraude detetada na medição de emissões num grande fabricante europeu, cuja "resposta tem que ser legal, regulamentar mas também tecnológica". Outro exemplo citado por Carlos Zorrinho foi o papel da ciência e da inovação para garantir a concretização de um "mercado digital europeu competitivo e inclusivo".

 

Gabinete do eurodeputado Carlos Zorrinho
Bruxelas, 28 de janeiro de 2016

Country: 
Portugal